Maio 12, 2009

Você pode amarrar,
Dar voltas,
Correr em círculos,
Acrescer a angústia,
Mas não sabe do nó.

Ele fere,
Ele dói,
engasga,
deixa pesado,
sufoca.

Vê como respira com dificuldade agora?
É o nó!
Sente algo empurrar sua cabeça pra dentro d’água?
É o nó.
Percebe o parapeito chamando seu salto?
É ele.
Vê tudo escuro e você com o revólver na mão?
É o nó que quer agir.

Me dá sua mão “preu” desatar o nó?

2004

Anúncios

7 Respostas to “nó”

  1. L.S. Alves Says:

    Estranho ter pessoas que não tem coragem de pedir uma mão amiga nessas horas. Se as pessoas procurarem sempre irão encontrar alguém disposto a ajudar.
    Um abraço moça.


  2. Nossa, Lelê se você soubesse como isso encaixou com um momento que vivo com uma amiga…
    Lindo post

  3. Sheila Says:

    É…o problema é que a gente nao consegue encontrar a ponta do nó…por essas e outras que eu me tornei (de verdade) devota da Nossa Senhora Desatadora dos Nós(uma santa franncesa)…

    beijo

  4. Camilla Says:

    Nó… Nós… Nóses e as arveres…
    Conheço estes nós.
    Saudade. Bjs

  5. Flavia Says:

    é triste e bonito ao mesmo tempo.
    espero que sempre haja mãos pra ajudar a desatar os nós.
    talvez por isso seja “impossível ser feliz sozinho”.

    beijo.

    Flavia (do Astronauta)
    e obrigada pelo comentário carinhoso.

  6. Bruna Says:

    … rio cheio…cheio de lagrimas que ainda não chorei..


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: